O presidente Jair Bolsonaro voltou a manifestar seu interesse em se filiar ao Partido Progressistas. De acordo com ele, depende da capacidade da sigla de criar bancada. “Tenho conversado com alguns partidos, o próprio PP. O outro lado tem que aceitar também. Eu tenho interesse. Gostaria de ter a legenda para governador de São Paulo, governador do Rio e uns oito senadores do Brasil. Se chegar a um acordo neste sentido, e for bom para a outra parte, eu acho que é, a gente vê um capital político muito bom, a gente faz o casamento e tenho certeza que a gente vai ser feliz por um bom tempo”, disse em entrevista a rádio ABC, de Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, na manhã desta segunda-feira, 2.

“Sou obrigado a ter um partido para poder concorrer. Não estou fazendo campanha, mas quero estar em condições de [concorrer]. Se eu achar que vale concorrer, já tenho um partido. A definição tem que vir, no máximo, em março. Para mim tem que vir antes, porque se eu pensar em disputar uma eleição tem que fazer uma bancada. Outra situação complexa é que o Congresso está discutindo uma nova lei eleitoral, se vai ter o distritão. Se aprovarem, cada partido dentro do Estado vai lançar um número mínimo de candidatos”, completou.