O Brasil teve 203 mortes por Covid-19 nas últimas 24h, além de 7.886 novos casos detectados, o segundo menor valor do ano de 2021 para ambos os casos. O dia com menos mortes pela pandemia neste ano até agora é 6 de setembro, com 182 notificações. Já o dia com menos casos foi 13 de setembro, quando foram confirmadas 6.645 novas infecções pelo coronavírus. De acordo com dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), a média móvel de mortes ficou em 556, acima de 500 pelo sétimo dia consecutivo. Agora, o Brasil tem um total de 590.955 mortes e 21.247667 casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia, em março de 2020.

A principal razão para a queda no número de casos e mortes é o avanço da vacinação. Nesta segunda, o Brasil tem 38% da população (ou 50% da população adulta) do país com o esquema vacinal completo, seja com as duas doses dos imunizantes de Pfizer, Astrazeneca ou Coronavac, seja com a dose única da Janssen. O dado representa mais de 80 milhões de brasileiros completamente imunizados contra a Covid-19, enquanto os que tomaram a primeira dose de vacinas e estão parcialmente imunizados são 142.115.868 pessoas, o que corresponde a 66,62% da população. Os estados com maior porcentagem da população imunizada (com segunda dose ou dose única) são o Mato Grosso do Sul (52,93%), São Paulo (50,35%), Rio Grande do Sul (43,89%), Espírito Santo (40,36%) e Paraná (38,95%).