O governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), rebateu as acusações do Secretário Especial da Cultura, Mario Frias, sobre a reinauguração do Museu do Ipiranga. A publicação foi feita nas redes sociais do tucano no fim da tarde desta quinta-feira, 2, horas depois de Frias dizer que Doria é uma “farsa patética” e ameaçar barrar a reinauguração do museu. Em resposta a Frias, Doria disse que seu governo lutou contra os negacionistas da ciência e que, agora, irá lutar pela reabertura do Museu e contra “negacionistas da cultura”. “Não temos medo de enfrentar essa gente que joga contra o país e vive num roteiro de show de horrores”, disse o governador em seu perfil. No dia 31 de agosto, Doria disse que as obras do museu estão caminhando e que o local deverá ser reinaugurado para o público em setembro de 2022, para a celebração do bicentenário da Independência. 

Ainda nesta quinta, Doria foi internado no Hospital Albert Einstein, na Zona Sul da capital paulista, para procedimentos que antecederão uma cirurgia de correção de hérnia inguinal. Durante o dia, o tucano visitou a cidade de Barretos para anunciar o repasse de R$ 6,5 milhões para obras na cidade, participou de audiências no Palácio dos Bandeirantes e de reunião semanal do Programa Estadual de Imunização (PEI). A intervenção médica já estava marcada e será realizada na manhã desta sexta-feira, 3. O médico Sidney Klajner comandará a equipe responsável pela cirurgia.