O senador José Serra (PSDB-SP) pediu licença de seu cargo para passar por um tratamento médico após ter sido diagnosticado com a doença de Parkinson ainda em estágio inicial. A informação foi divulgada pela assessoria do senador na tarde desta terça-feira, 10. Segundo comunicado, o tratamento que Serra terá requer “um período de adaptação à medicação”. Além disso, a nota afirma que o senador encontra-se em “bom estado de saúde” e que não queria que sua doença atrapalhasse o “andamento dos projetos em favor do país”. No comunicado, a equipe de Serra confirmou também que o suplente de Serra, José Aníbal, irá assumir a cadeira deixada em aberta pelo tucano. Ao fim do comunicado, a equipe de Serra afirmou ainda que o senador espera retornar à suas atividades “com toda a disposição e proatividade”. Eleito para o senado em 2014, Serra tem extensa carreira política, tendo disputado a presidência da República e sido eleito como governador do Estado de São Paulo e prefeito da capital paulista. Também foi ministro do Planejamento (1995-1996), da Saúde (1998-2002) e das Relações Exteriores (2016-2017).