A Justiça Federal do Rio de Janeiro determinou o trancamento de ação do Ministério Público Federal (MPF) contra o ex-ministro da Cultura e atual secretário de Cultura e Economia Criativa de SP, Sérgio Sá Leitão, o ex-diretor-presidente da Ancine (Agência Nacional do Cinema) Christian de Castro e outros servidores da agência.

?Em setembro de 2019, o MPF denunciou Sá Leitão, Castro e outros seis servidores por associação criminosa que tinha como objetivo favorecer a candidatura de Castro, então diretor, à presidência da agência. O MPF também acusava o grupo dos crimes de denunciação caluniosa, prevaricação e violação de sigilo funcional.
Leia mais (08/11/2021 – 13h59)