Ídolo da torcida são-paulina, Cicinho tratou de apimentar o duelo entre São Paulo e Palmeiras, marcado para as 21h30 desta terça-feira, 10, no Morumbi, na rodada de ida das quartas de final da Copa Libertadores da América. No Instagram, o ex-lateral-direito relembrou os gols marcados diante do Verdão na edição de 2005 do torneio sul-americano, quando o Tricolor conquistou o tricampeonato. “São dois dos gols mais importante da minha vida. Me fizeram entrar para a história do clube, e ajudaram a aumentar a história do São Paulo”, escreveu o hoje comentarista do SBT.

O que Cicinho não esperava é que Marcos, ídolo da torcida palmeirense e “vítima” do são-paulino nos gols, responderia a publicação. “Ai meu Deus, lá vem ele com essas lembranças do inferno”, comentou o ex-goleiro, que também deu sua versão no segundo gol sofrido. “Eu pedindo barreira, mas ninguém foi. Depois falaram na imprensa que eu mandei abrir. Que ódio que me deu no dia! Nunca mandei abrir uma barreira na vida”, completou um dos maiores arqueiros da história do clube alviverde. A Jovem Pan transmite o Choque-Rei desta terça-feira a partir das 18 horas no YouTube.