A repórter da Globo Cristina Mayumi foi assaltada do último domingo, 15, em São Paulo, e contou nas redes sociais que teve um prejuízo de mais de R$ 24 mil. Além de perder o celular e ter o vidro do caro estilhaçado, o assaltante conseguiu entrar na conta bancária dela e fez um empréstimo e uma transferência. Nos stories do Instagram, Cristina postou: “Fui assaltada. O celular foi roubado desbloqueado. Cuidado! Se pedirem algo, não sou eu. Já fiz o pedido de bloqueio pela operadora, mas o prazo é de até 24h. Estou ocupada tentando cancelar os cartões, os aplicativos de banco. Já fizeram R$ 20 mil de empréstimo, transferiram R$ 4 mil de Pix. Estou tentando, está um caos”.

A jornalista estava indo buscar um amigo para almoçar quando errou o caminho e, ao fazer um desvio na Liberdade, no centro de São Paulo, ela foi surpreendida pelo assaltante. “Estava uns carros parados, veio um monte de gente correndo, mas eu não percebi o que era. Veio um cara correndo, tomou uma distância e quebrou o vidro do meu lado com um tijolo ou uma pedra, o vidro explodiu na minha cara, coloquei a mão [na frente] para me proteger. O cara puxou meu telefone, que estava ligado no Waze. Ainda estou com caco de vidro no cabelo, na roupa, em tudo e tive uns cortes pequenos”, contou a repórter. “Fiquei em choque, não sabia o que eu fazia primeiro, fiquei desesperada.” A repórter ressaltou que não sabe como conseguiram entrar na sua conta, sendo que é necessário ter o reconhecimento facial e colocar uma senha. “Pelo menos estou bem, não tive nada sério, só estou puta da vida”, finalizou.