O primeiro impulso, meramente moral, é de felicitar a HBO por produzir uma série inspirada pelo trabalho original de Ingmar Bergman, em 1973, num momento em que os grandes estúdios parecem empenhados em infantilizar cada dia mais o público de cinema.
Leia mais (09/14/2021 – 04h00)