Como você lida com a dor? Tenta logo anestesiá-la ou busca descobrir a causa que está por trás da sensação? Convidado de Helena Galante para o episódio #119 do podcast Jornada da Calma, o treinador físico Samorai conta como é trabalhar a escuta do nosso corpo e ressignificar a dor. “O corpo não manda um WhatsApp falando ‘Oh, você está pisando torto’. Eu não quero que a dor se manifeste o tempo inteiro, mas ela é uma comunicação, uma aliada para me dizer que algo não está funcionando bem”, afirma.

O processo de aceitar que não há imperfeição nem perfeição, apenas singularidades, passa pela percepção de quem somos além do corpo, também considerando a mente e o espírito. “Corpo é o mais tranquilo de lidar. Lidar com as emoções é muito difícil, e as emoções impactam o corpo”, diz Samorai. Na parede da sua sala de aula, uma frase ajuda os alunos a lembrar sobre o poder de escolha: “Se você acha que ou que não pode, de toda forma você está certo”.