Os rins desempenham um papel importante na manutenção do corpo, tendo em vista suas funções reguladoras e de filtragem, afirma o Dr. Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes, médico especialista em urologia. O bom funcionamento desses órgãos garantem uma vida saudável, por isso é importante fazer exames periódicos para certificar a eficácia dos rins. 

A insuficiência renal é uma condição em que os rins estão sobrecarregados e não possuem a capacidade de desempenhar as funções como antes. Há dois tipos: a aguda e a crônica, sendo a primeira casos mais específicos, majoritariamente possíveis de serem tratados e a segunda casos em que a doença já está avançada e o tratamento não se faz eficaz, pois o quadro é irreversível.

Os sintomas de uma disfunção renal, muitas vezes são silenciosos, pacientes só descobrem a patologia quando já há um estágio avançado da doença, por isso faz-se avultado novamente a importância de manter consultas médicas e exames clínicos em dia, relata o Dr. Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes, mestre e doutor em urologia pela Universidade de São Paulo.

Tendo isso em vista, exames são imprescindíveis para diagnosticar o bom funcionamento dos rins. A dosagem da creatinina é uma ferramenta usada para medir a eficiência renal. A creatinina não é nada mais que o resultado de uma reação no metabolismo, a partir de uma proteína chamada creatina fosfato. Esta proteína é responsável por fornecer energia aos músculos e a creatinina é o resultado deste ciclo, sendo um excedente inofensivo, mas importante indicativo dos rins.

O que acontece é que a creatinina é liberada no sangue, e, posteriormente, expelida do corpo através da urina, e é por isso que é importante para a averiguação do bom funcionamento renal, pois se estiver em níveis altos, significa que os rins não estão conseguindo realizar suas funções normalmente, dessa forma, outras substâncias podem estar em uma taxa elevada, essas podem, inclusive, ser elementos nocivos para o corpo. Dessa forma, nota-se a importância da dosagem da creatinina, ressalta o Dr. Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes, co-autor do livro Urologia Minimamente Invasiva. 

Vale ressaltar que é importante avaliar as condições físicas do examinado. Por exemplo, um atleta, tendo como base sua capacidade alta de crescimento muscular, os seus níveis de creatinina vão ser altos, porém este atleta não apresenta um quadro de disfunção renal, por isso, além de realizar os exames laboratoriais, é preciso consultar um médico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui