Polícia investiga feminício de mulher de 31 anos no Cambuci, na Zona Sul de SP

0
0


Em nota, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou que o caso é investigado como homicídio qualificado (feminicídio). O marido da vítima fugiu e está sendo procurado pela polícia. Mulher é morta a facadas pelo marido na zona sul
Uma mulher de 31 anos foi morta a facadas no início da madrugada deste sábado (18) no Cambuci, na Zona Sul de São Paulo.
Segundo a Polícia Militar (PM), o crime ocorreu na Rua do Lavapés, 409. A vítima e o marido, que estavam em processo de separação, tiveram uma discussão e, durante o desentendimento, a mulher foi morta. Ele não aceitava o divórcio.
LEIA TAMBÉM:
Documentos relatam angústias e dores de mulheres do Brasil Colônia – heranças vividas até hoje
Juristas veem evolução nas leis que garantem direitos das mulheres, mas destacam dificuldades
O Samu foi acionado e confirmou a morte. Em nota, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou que o caso é investigado como homicídio qualificado (feminicídio) pela Polícia Civil.
Segundo a SSP, uma equipe da PM foi acionada pela mãe da vítima. Ela teria sido contatada pelo genro, que disse ter brigado com a esposa e “feito uma besteira”.
Mulher foi morta em casa, a facadas, num apartamento do Cambuci, na Zona Sul da capital
Reprodução
Os militares foram ao apartamento e encontraram a mulher já sem vida, no chão de um dos quartos, com perfurações por faca. O marido não estava mais no local e, segundo os porteiros, tinha saído de carro.
Foram solicitados exames periciais e tanto a Polícia Civil quanto a Militar procuram o autor do crime.
De janeiro a julho deste ano, 94 mulheres foram vítimas de feminicídio no estado.
VÍDEOS: Tudo sobre São Paulo e região metropolitana