Entre os eleitos, apenas dois são novos na Casa, entre eles Sonaira Fernandes, candidata da família Bolsonaro. Vereadores dos partidos Republicanos, PSDB, DEM, PL, PSC e PSL são ligados às igrejas Universal, Mundial, Batista, Evangelho Quadrangular, Assembleia de Deus e Bola de Neve. Plenário da Câmara Municipal de SP em foto de julho de 2020
Anderson Lira/Framephoto/Estadão Conteúdo
A nova composição da Câmara Municipal de São Paulo para 2021 vai contar com 11 vereadores ligados a alguma igreja evangélica, duas cadeiras a menos do que os eleitos para a atual legislatura. Nove deles foram reeleitos no domingo (15).
Veja os candidatos a vereador eleitos em São Paulo
Pela 1ª vez, Câmara de São Paulo terá mandatos coletivos
Câmara elege 2 mulheres a mais do que em 2016 e vai a 13 vereadoras
SP elege um negro a mais do que em 2016 e vai a 11 vereadores
Os dois novos representantes são Sonaira Fernandes, candidata da família Bolsonaro, do Republicanos, partido ligado à Igreja Universal, e o Missionário José Olímpio, do DEM, ligado à Igreja Mundial do Poder de Deus, que volta a ocupar uma cadeira da Câmara Municipal, após 10 anos atuando como deputado federal, em Brasília.
André Santos, líder dos Republicanos na Casa, foi o candidato a vereador mais votado da chamada “Bancada Evangélica” e o 10º mais votado da capital, reeleito com 41.584 votos. O partido também reelegeu Atílio Francisco, que vai iniciar o 6º mandato consecutivo.
Entre os vereadores reeleitos estão Isac Félix, do PL e da Igreja Batista do Morumbi, que já propôs tirar os sacerdotes do rodízio municipal e que as escolas municipais tenham uma sala para atividades ecumênicas; o pastor Rinaldi Digilio, da Igreja do Evangelho Quadrangular, líder do PSL e um dos responsáveis pela aprovação da anistia de dívidas de igrejas, e Gilberto Nascimento Jr., do PSC e da Assembleia de Deus, autor do projeto “Escolas sem Partido”.
Também da Assembleia de Deus foram reeleitos Sandra Tadeu, do DEM, que segue para o 4º mandato, Rute Costa e João Jorge, do PSDB, e Eduardo Tuma, do mesmo partido, atual presidente da Casa, e presbítero da Igreja Bola de Neve, e que vai seguir para o 3º mandato.
O bispo Sansão Pereira, do Republicanos, conquistou votos para integrar a nova composição da Câmara, mas disse à reportagem que prefere não ser incluído na bancada por ainda não saber o que os colegas vão defender. A vereadora Edir Sales, do PSD, também é cristã, foi reeleita, e diz não integrar a bancada evangélica.
Nova composição da ‘Bancada Evangélica’
André Santos (REPUBLICANOS), com 41.584 votos;
Rute Costa (PSDB), com 41.546 votos;
Eduardo Tuma (PSDB), com 40.270 votos;
Atilio Francisco (REPUBLICANOS), com 35.345 votos;
João Jorge (PSDB), com 34.323 votos;
Dra Sandra Tadeu (DEM), com 28.464 votos;
Isac Félix (PL), com 23.929 votos;
Gilberto Nascimento Jr (PSC), com 22.659 votos;
Sonaira Fernandes (REPUBLICANOS), com 17.881 votos;
Missionário José Olímpio (DEM), com 17.098 votos;
Rinaldi Digilio (PSL), com 13.673 votos.