Caso ocorreu na Interligação do Sistema Anchieta-Imigrantes, no bairro Jardim Nova República. Condutor do carro não foi identificado. Caso foi registrado no plantão da Delegacia Sede de Cubatão, SP
Guilherme Lucio da Rocha/G1
Um ciclista de 39 anos morreu após ser atropelado por um carro, cujo motorista não parou para prestar socorro, em Cubatão (SP). De acordo com a Polícia Civil, a bicicleta da vítima foi arremessada a cerca de 10 metros do local do impacto e ficou destruída. Até o momento, o condutor não foi identificado.
O caso ocorreu na noite de segunda-feira (16), por volta das 21h25, no bairro Jardim Nova República. O ciclista trafegava pela Interligação do Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI) quando foi atingido pelo automóvel. Moradores próximos relataram à Polícia Militar que o motorista não parou para prestar apoio.
Além da PM, equipes de emergência da Ecovias, concessionária responsável pelo SAI, também foram acionadas para prestar atendimento à vítima. O ciclista ainda estava vivo e inconsciente quando foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local.
Ainda segundo testemunhas, com a colisão, a bicicleta foi arremessada a uma distância de 10 metros e ficou destruída, enquanto o carro não foi identificado pelos moradores. Uma equipe da perícia da Polícia Civil isolou o local e, em seguida, o corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML).
O caso foi apresentado no plantão da Delegacia Sede de Cubatão, onde foi registrado como homicídio culposo e fuga, e encaminhado ao 2º Distrito Policial, onde será investigado.
VÍDEOS: as notícias mais vistas do G1