Confira os principais pontos e a íntegra das propostas dos candidatos que disputam o segundo turno das eleições municipais. Solange Freitas (PSDB) e Kayo Amado (PODE) disputarão segundo turno de São Vicente, SP
Divulgação
O G1 resume os principais pontos das propostas de governo dos candidatos à Prefeitura de São Vicente, no litoral paulista, que disputam o segundo turno nas eleições de 2020. Veja abaixo (os nomes estão em ordem alfabética):
Kayo Amado (PODE)
Kayo Amado (PODE) é gestor público e tem 29 anos. Ele disputa o 2º turno pelo cargo do Executivo vicentino
Divulgação
Número de páginas: 65
Resumo: Em seu programa, o candidato do PODE centrou-se em 19 eixos principais: transparência e combate à corrupção; gestão moderna e humanizada; desenvolvimento econômico e emprego; turismo; infraestrutura e zeladoria; drenagem urbana; saúde; bem estar do idoso e da pessoa com deficiência; educação, segurança; mulheres; juventude; cultura; esporte e lazer; habitação e regularização fundiária; mobilidade; meio ambiente; inclusão; inovação e tecnologia.
O objetivo é “implantar uma boa gestão pública que se baseia na transparência das ações do governo para combater a corrupção, na execução de políticas públicas que pensem a cidade para todos os seus cidadãos, e nas ações de médio e longo prazo, que permitam que resultados sejam refletidos também nas próximas décadas”.
No eixo da administração pública, o político afirma que promoverá maior transparência com relação às informações de destinação dos recursos públicos e participação popular nas decisões municipais. Na área econômica, o plano é voltado a estimular o empreendedorismo e gerar mais empregos. Para a saúde, o candidato quer modernizar o atendimento à população, valorizar os servidores e ampliar os programas, espaços e serviços voltados à área.
(Veja a íntegra do plano de governo de Kayo Amado aqui)
Solange Freitas (PSDB)
Solange Freitas (PSDB) é jornalista e tem 50 anos. Ele disputa o 2º turno pelo cargo do Executivo vicentino
Divulgação
Número de páginas: 25
Resumo: Em seu programa, a candidata do PSDB centrou-se em 14 eixos principais: agenda apartidária; saúde; educação; cultura; segurança; esporte; social; mulher, família e direitos humanos; transporte; meio ambiente e urbanização; bem-estar animal; habitação; gestão administrativa e desenvolvimento econômico; infraestrutura.
O objetivo é “privilegiar o diálogo, a transparência, lutando contra as velhas práticas, desburocratizando a máquina estatal, combatendo o mau uso do dinheiro público e a corrupção, zelando pela educação, sustentabilidade e meio ambiente, criando uma agenda pública de combate à insegurança e ao descaso com a saúde, com um verdadeiro choque de gestão, num ambiente onde prospere a justiça social”.
Na gestão pública, um dos destaques de Solange é promover uma agenda apartidária com todos os candidatos a prefeito e acrescentar as boas ideias deles também a seu plano. Sobre saúde, a candidata pretende melhorar as condições de trabalho dos profissionais e ampliar o atendimento público na área à população. Na área econômica, o plano é voltado ampliar a capacitação profissional e gerar empregos.
(Veja a íntegra do plano de governo de Solange Freitas aqui)
VÍDEOS: Confira os vídeos mais vistos do G1