Adriana Crivelli Biffe (MDB) recebeu 1.289 votos contra 1.288 do segundo colocado. Ela contou ao G1 que teve uma eleitora que marcou uma cirurgia para depois das eleições para poder participar do pleito. Adriana Crivelli Biffe, do MDB, foi eleita prefeita de Piquerobi
Bill Paschoalotto/TV Fronteira
Foi por apenas um voto que a eleição para o cargo de prefeito em Pirquerobi (SP) foi definida neste domingo (15). A candidata Adriana Crivelli Biffe (MDB) teve 50,02% dos votos. Foram 1.289 votos no total. Já o segundo colocado, Gustavo Matheus Giacomelli (PSDB), recebeu 1.288 votos, 49,98% dos votos válidos.
Ela disse ao G1 que esperava uma disputa acirrada e que no município já teve eleição decidida por dez votos, mas nunca por uma diferença tão pequena.
“Geralmente, as disputas são acirradas. Fui pega de surpresa. Não imaginava que seria por tão pouco. Ficou aquela sensação inicial de dúvida. Mas estava tranquila na hora em que saiu o resultado. Depois saímos para comemorar. Hoje ainda estamos comemorando”, afirmou nesta segunda-feira (16) a vencedora nas urnas.
Em 2012, ela disputou uma cadeira na Câmara Municipal de Piquerobi com o mesmo nome na urna: Adriana do Bó. Neste pleito ao Poder Legislativo, ela ficou como suplente. “Recebi quase 80 votos, mas precisava de mais de 100”, falou.
Adriana tem 45 anos, é casada, mãe de dois filhos e natural de Santo Anastácio (SP). É formada em pedagogia e técnica em enfermagem. Ela trabalha há 16 anos como servidora municipal na área da saúde e já chegou a atuar, inclusive, como diretora municipal de Saúde.
Em 2020, ela decidiu se candidatar novamente. “Falaram que era o ano da mulher na política. Tive uma boa aceitação durante a pré-candidatura e isso me motivou”, salientou.
A prefeita eleita também comentou sobre o período de pandemia da Covid-19, que mudou a forma de fazer campanha.
“Foi uma campanha curta. Tivemos pouco tempo para visitar o eleitor e em cidade pequena isso é muito importante. Porém, exploramos bastante as redes sociais, divulgamos o plano de governo, e deu muito certo”, ressaltou.
Adriana venceu por apenas um voto de diferença em Piquerobi
Reprodução
Um voto
Adriana acredita que o trabalho como servidora municipal contribuiu para a sua eleição.
“Sempre me dediquei muito às pessoas. Sempre fiz o que eu gosto. Tive um grande comprometimento com os idosos. Teve uma senhora que ia fazer uma cirurgia antes da eleição, mas deixou para marcar o procedimento depois só para poder votar. Cada voto teve uma história por trás. Teve essa da senhora, de pessoas que antes não viriam, mas acabaram vindo votar”, pontou.
A partir de 1º de janeiro, ela pretende “trabalhar muito”. “Espero trabalhar muito por Piquerobi. Trabalhar com respeito com o dinheiro público e com muita transparência”, afirmou.
E, se alguém tinha dúvida de que um voto, faz a diferença no resultado final, a prefeita eleita afirmou que Piquerobi provou que é verdade. “Piquerobi provou por A mais B que um voto faz a diferença. Cada voto foi importante. Cada voto contribuiu”, finalizou ao G1.
Adriana do Bó, do MDB, é eleita prefeita de Piquerobi
Outro lado
O G1 não conseguiu contatar por telefone o candidato a prefeito de Piquerobi Gustavo Matheus Giacomelli, que concorreu às eleições municipais de 2020 e perdeu para Adriana Crivelli Biffe por apenas um voto de diferença.
O G1 ainda conseguiu conversar com a candidata a vice-prefeita de Giacomelli, Ângela Maria de Haro Campagnollo (PSDB), que informou que o candidato a prefeito não quer se pronunciar sobre nada.
Veja mais notícias em G1 Presidente Prudente e Região.