Caso ocorreu na manhã desta segunda-feira (23) na Unidade Básica de Saúde do Jardim Maracanã. Serviço de agendamento funciona a partir das 9h. Paciente e profissionais de saúde foram para a delegacia e foi registrado boletim de ocorrência de ameaça e desacato. Homem não consegue fazer exame e ofende funcionários de UBS em Valinhos
Um homem gritou e ameaçou profissionais da Unidade Básica de Saúde (UBS) do Jardim Maracanã, em Valinhos (SP), na manhã desta segunda-feira (23), após ser informado sobre a necessidade de agendar um exame médico que ele desejava fazer. Um vídeo registrou a confusão. O paciente chega a dizer que daria socos em uma enfermeira se ela fosse um homem.
“Se a senhora fosse homem, eu tinha metido era um soco de porrada. Já ia até arrebentar ela todinha, se ela fosse um homem.”, disse o paciente.
A vítima é Elma Divina Marques, enfermeira-chefe da UBS, e tem 60 anos. Na imagem, é possível perceber que, após ouvir a ameaça, uma das funcionárias o chama de grosso e ordena que ele vá embora. O paciente, que tem 54 anos, ainda fala para ela ficar quieta, já que não é um homem.
Segundo profissionais da unidade, o paciente chegou no local para agendar e fazer exames e recebeu a informação de que os serviços médicos só ocorrem mediante agendamento, a partir das 9h, e que, no caso específico dele, os exames são feitos em outra unidade.
Paciente discute com funcionários e faz ameaças na UBS do Jardim Maracanã, em Valinhos
Reprodução/EPTV
Nas imagens, é possível ver que ele estava acompanhado da mulher, que tentou evitar as ofensas por parte do marido, sem sucesso. Ele chegou de máscara, mas acabou tirando a proteção durante a discussão.
Mulher tenta conter marido que xingou e ameaçou funcionários da UBS do Jardim Maracanã, em Valinhos
Reprodução/EPTV
A enfermeira-chefe gravou um vídeo após a ocorrência e contou que precisou chamar a Guarda Municipal para conter o paciente, e que todos os envolvidos foram para a delegacia.
“A gente tentou acalmá-lo, mas ele vinha com o dedo, apontando o dedo em riste em direção a gente, e não teve acordo. Tivemos que chamar a Guarda. […] Isso tá sendo com frequência acontecendo aqui e qualquer dia alguma coisa vai acontecer se a gente não tomar uma providência.”, disse a enfermeira.
Enfermeira da UBS de Valinhos grava vídeo para falar da agressão verbal que profissionais de saúde sofreram de um paciente
Reprodução/EPTV
Boletim de ocorrência
A profissional de saúde registrou um boletim de ocorrência por ameaça e desacato. O depoimento do homem à Polícia Civil relata que ele já havia ido na unidade outras vezes e que teria recebido orientações diferentes.
Além das ameaças, no depoimento dado pela vítima, ela afirma que o paciente disse ser ex-presidiário e que não teria nada a perder.
A mulher foi orientada pela autoridade policial sobre o prazo de seis meses para representar criminalmente contra o homem, prazo para que seja aberta uma investigação.
Veja mais notícias da região no G1 Campinas