São Caetano do Sul, Santo André e São Bernardo do Campo tiveram aumento na ocupação de UTIs em novembro. Nesta semana, o governo do estado admitiu o aumento de internações. Aumento das internações por Covid-19 no ABC Paulista acende sinal de alerta nas autoridades
A taxa de ocupação de leitos por Covid-19 nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) cresceu nas cidades de São Caetano do Sul, Santo André e São Bernardo do Campo, no ABC paulista. Nesta semana, o governo do estado admitiu o aumento de internações por Covid-19, o que já vinha sendo apontado por hospitais particulares.
Em São Caetano do Sul, a taxa de ocupação de UTI era de 30% no dia 3 de novembro. Nesta terça-feira (17), estava em 42%. Em Santo André, nas mesmas datas, o índice de ocupação nos leitos de UTISs subiu de 29% para 38%.
E em São Bernardo do Campo, no dia 7 de novembro, 34% dos leitos de UTI e 40% dos de enfermaria estavam ocupados. Dez dias depois, a taxa de ocupação ficou em 46% nas UTIs e nas enfermarias.
Para o secretário de saúde de São Bernardo do Campo, é necessário um reforço nas campanhas de prevenção. “Nós estamos fazendo intensificação com agentes de saúde na rua, conversando com pessoas e principalmente com pessoas do grupo de risco, idosos e diabéticos”, disse Geraldo Reple Sobrinho.
As prefeituras de Santo André e São Caetano do Sul disseram que estão monitorando o aumento nas internações e que promovem campanhas de testagem e prevenção.
‘Vacina boa é aquela que der certo’, diz infectologista David Uip
Centro de Contingência pede para que estado não desative leitos
O Centro de Contingência do Coronavírus pediu ao governo do estado de São Paulo que os leitos de Covid-19 não sejam desmontados. A solicitação ocorre após a alta de casos da doença registrados na cidade de São Paulo e no interior paulista.
De acordo com o infectologista David Uip, membro do Centro de Contingência, o pedido foi feito nesta terça (17) durante uma reunião com o secretário estadual da Saúde Jean Gorinchteyn.
“Ontem, na reunião do Centro de Contingência, uma das sugestões ao secretário [Saúde] e ao governador é que nós não mobilizemos o descontigenciamento dos hospitais, que nós não paremos de pensar que vamos ter que usar leitos. E, ao mesmo tempo, sugerimos ao secretário e ao governador que já anunciem ao Ministério da Saúde que nós precisaremos continuar recebendo o financiamento para esses leitos, principalmente leitos de UTI Covid”, afirmou Uip.
Initial plugin text