Medidas mais flexíveis diante da pandemia tinham sido publicadas em decreto da Prefeitura na segunda-feira (16). Pelo Plano São Paulo, região está classificada na fase amarela da retomada econômica. Comércio de Ribeirão Preto, SP
Reprodução/EPTV
A Justiça suspendeu, na noite desta sexta-feira (20), os efeitos do decreto municipal que autorizou a abertura em horário integral dos estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços em Ribeirão Preto (SP).
As medidas mais flexíveis diante da pandemia do novo coronavírus entraram em vigor na segunda-feira (16), quando foram publicadas no Diário Oficial. Além do maior tempo de funcionamento, a Prefeitura havia aumentado a taxa de ocupação, passando de 40% a 60%.
Procurada, a Prefeitura informou que ainda não foi notificada sobre a decisão.
Pelo Plano São Paulo, que estabelece regras para a retomada econômica no estado, Ribeirão Preto e as cidades que integram a Diretoria Regional de Saúde (DRS 13), estão na fase amarela. A nova classificação só deve ser anunciada pelo governo de SP no dia 30 de novembro.
Esta matéria está em atualização