Lei que põe no fim da fila de vacinação quem se recusar a tomar o imunizante disponível tem apenas 20 dias de aplicação. Frascos das vacinas Pfizer, CoronaVac, AstraZeneca e Janssen, aplicadas em Porto Alegre
Cristine Rochol/PMPA/Divulgação
Em apenas 20 dias da aplicação da lei que põe no fim da fila de vacinação quem se recusar a tomar o imunizante disponível no posto, 2.031 pessoas já assinaram o termo de recusa na cidade de São Paulo até esta segunda-feira (16), informou a Secretaria Municipal de Saúde.
A lei contra os chamados “sommeliers” de vacina foi sancionada no dia 27 de julho pelo prefeito Ricardo Nunes. A regra também vale para os que estão inscritos na “xepa” da vacina. As exceções são apenas para gestantes e puérperas, e quem tiver comorbidade comprovada por recomendação médica.
‘Virada da Vacina’ na cidade de SP imuniza mais de 500 mil pessoas em 34 horas
Após quase 7 meses, vacina contra Covid chega a grupo de 18 anos na cidade de SP; relembre campanha e saiba quais os próximos desafios
Além da capital, ao menos outras 10 cidade da Grande SP tomaram a mesma medida, como São Bernardo do Campo, Guarulhos, Osasco, São Caetano do Sul e Embu das Artes.
Nesta terça-feira (17), a capital vacina pessoas com mais de 18 anos e também quem está apto a receber a segunda dose. Segundo a Prefeitura, 99,2% dos adultos acima de 18 anos receberam ao menos uma dose.
Pelo Filômetro, é possível acompanhar a situação de espera nos postos de vacinação contra Covid-19 que estão em funcionamento na cidade. Na página também é possível conferir quais vacinas estão disponíveis para aplicação de segunda dose em cada unidade.
No vídeo abaixo, o infectologista Esper Kallás explica por que escolher a vacina a ser tomada é o que ele chama de “aposta perigosíssima”.
‘Aposta perigosíssima’, diz infectologista Esper Kallás sobre sommelier de vacina
Segunda dose atrasada
No estado de São Paulo, cerca de 720 mil pessoas estão com a segunda dose da vacina atrasada, segundo a coordenadora do Plano Estadual de Imunização, Regiane de Paula.
O Vacinômetro do governo paulista aponta nesta terça-feira (17) que 44,7 milhões de doses de vacina contra Covid-19 já foram aplicadas em todo o estado.
Desse total, 92,1% são paulistas que tomaram apenas a 1ª dose e outros 28,6% estão com a imunização completa.