Com 19,34% dos votos, médico veterinário de 52 anos vai disputar Executivo com Flávia Lancha (PSD). No primeiro turno, ele prometeu o programa ‘TeleSaúde’, revisão do contrato da Santa Casa, bolsões inundáveis para enchentes e ‘Polo Cultural’ para oficinas e networking. Com vaga no segundo turno das eleições 2020 em Franca (SP), o candidato Alexandre Ferreira (MDB) disse que vai buscar apoio em outras legendas para se fortalecer na sequência da corrida eleitoral pela Prefeitura. Ele conseguiu 19,34% dos votos neste domingo (15) e vai seguir na disputa com a candidata Flávia Lancha (PSD), que teve 24,61% dos votos.
“Nós temos um trabalho muito bem feito e claro que nesse segundo turno nós precisamos de mais apoio ainda. Por que isso? Nos partidos, outros, todos têm gente muito boa, tecnicamente muito boa, com qualidade, com experiência em administração, que é o que a gente busca. Então, nós vamos trazer essas pessoas pra trabalhar conosco, pra sermos cada vez mais eficientes”, disse.
Natural de Ribeirão Preto (SP), Ferreira tem 52 anos, é médico veterinário e professor universitário. Ingressou em 1992 como servidor da Prefeitura, onde foi diretor da Vigilância Sanitária, da Vigilância em Saúde, além de secretário de Saúde e Desenvolvimento. Em 2012, foi eleito prefeito. Em 2018, disputou as eleições para deputado federal e conseguiu a suplência. É a segunda vez que ele concorre à chefia do Executivo do município.
Confira a apuração de votos em Franca
Veja como foi a votação dos candidatos a prefeito de Franca
Primeiro turno das Eleições 2020; FOTOS
Ele registrou candidatura em 25 de setembro, tendo Professor Everton de Paula como vice, e declarou ao TSE ter R$ 161.768,71 em bens.
O candidato acredita que o cenário eleitoral muda no segundo turno e deve enfatizar a trajetória política na cidade durante a campanha até o fim de novembro.
“É um plebiscito, uma escolha entre quem tem experiência e quem tá começando agora. Então, precisamos disso, a cidade precisa de alguém com experiência”, afirmou.
Propostas
Em seu plano de governo, Ferreira prometeu ampliar as equipes de Estratégia da Saúde da Família, instituir o programa “TeleSaúde”, reequipar unidades e ampliar vagas em atenção psicossocial nas residências terapêuticas. Também mencionou reduzir a incidência de tuberculose e construir um prédio para abrigar um Serviço Especializado em ISTs, Aids e hepatite.
Sobre a necessidade de ampliação de leitos públicos e mais médicos, o candidato do MDB disse que o contrato da Santa Casa com o estado precisa ser revisto para que o número de leitos seja ampliado. Também afirmou que é necessário abrir concursos para contratar especialistas.
Na área da educação, prometeu adequar as escolas para a volta às aulas após a pandemia e realizar reintegração social da equipe de trabalho, alunos e familiares. Propôs também a criação de uma agenda virtual e sistema de internet wi-fi para as escolas, e aumento da prática da leitura e escrita com a compra de mais livros para o acervo literário da rede municipal.
Para acabar com a falta de vagas nas creches, Ferreira disse que vai contratar vagas nas unidades particulares para oferecê-las às crianças, principalmente aquelas com até 2 anos incompletos. Ainda dentro desse tema, afirmou que pretende reforçar o programa “Mais Creche”.
Para auxiliar o setor calçadista, atividade econômica que projetou Franca, aposta que a retomada se dará a partir do momento em que as mercadorias estejam bem qualificadas no mercado internacional e acredita que somente em busca de novos mercados é que a cidade vai recuperar sua identidade.
Questionado sobre o problema das enchentes, Ferreira prometeu a criação de bolsões inundáveis, áreas projetadas para receber a água das chuvas antes do direcionamento para os córregos.
Na cultura, defendeu a criação do “Polo Cultural” como um local específico para o encontro da população, realização de oficinas, espaço de networking e workshops voltados para o aprendizado.
Veja o resultado completo da apuração
Flávia Lancha (PSD): 35.338 votos – 24,61%
Alexandre Ferreira (MDB): 27.772 votos – 19,34%
João Rocha (PSL): 25.860 votos – 18,01%
Adérmis Marini (PSDB): 22.203 votos – 15,46%
Bruxellas (PT): 17.375 votos – 12,10%
Gilson de Souza (DEM): 9.664 votos – 6,73%
Marília Martins (PSOL): 3.578 votos – 2,49%
Orivaldo Donzelli (PTB): 1.809 votos – 1,26%
Total: 168.300 votos
Válidos: 143.599 votos (85,32%)
Brancos: 12.302 votos (7,31%)
Nulos: 12.399 votos (7,37%)
Abstenções: 69.824 (29,32%)
Fique por dentro das Eleições 2020 na região de Ribeirão Preto
Initial plugin text