De acordo com a prefeitura, infectados são sete estudantes e dois funcionários das escolas. Os casos de coronavírus voltam a preocupar as autoridades em saúde. Em Sorocaba (SP), a prefeitura confirmou casos de coronavírus em cinco escolas que retomaram as aulas presenciais.
Até o momento, a Secretaria Municipal de Saúde registrou nove casos confirmados de coronavírus em cinco escolas particulares de Sorocaba. De acordo com a prefeitura, são sete estudantes e dois funcionários das escolas infectados.
Os estudantes são três meninos, com idades de 5, 7 e 12 anos, e quatro meninas, com idades de 6, 9, 11 e 12 anos. Já os profissionais que foram contaminados são uma jovem de 19 anos e uma mulher de 32 anos.
A Secretaria de Saúde confirmou que todos que foram contaminados já são considerados curados e a recomendação é de que eles cumprissem a quarentena longe das unidades escolares. Os casos de coronavírus nas escolas particulares também são acompanhados pelo sindicato da categoria.
A prefeitura informou que não há recomendação para que nenhuma delas encerre as aulas presenciais. Porém, existe a recomendação para que o protocolo de combate ao coronavírus seja cumprido à risca.
O protocolo diz para afastar afastar alunos e profissionais com sintomas da doença e só permitir o retorno com a apresentação de um atestado médico, liberando para frequentar a escola.
De acordo com o protocolo feito pela prefeitura e apresentado às escolas, aqueles que estiverem com sintomas devem ficar afastados por, pelo menos, 14 dias.
O número de alunos permitidos em sala de aula está reduzido e o restante dos estudantes acompanham as aulas de forma online.
A decisão de fechamento das unidades fica a cargo de cada escola. Caso seja confirmado risco de surto da doença, a vigilância epidemiológica pode fazer a interdição.
Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí.