Variante é considerada a mais transmissível do coronavírus. Paciente em Piquete tem 85 anos, estava vacinado e teve sintomas leves da doença. Após sequenciamento genético, Piquete confirma caso de variante delta
Geraldo Bubniak/AEN
Piquete confirmou um caso da variante delta do coronavírus nesta terça-feira (17). Segundo a prefeitura, o paciente estava vacinado e teve sintomas leves. Com isso, vai para 13 o número de casos confirmados da variante na região do Vale do Paraíba.
Segundo a Secretaria de Saúde, o paciente é um homem de 85 anos morador do bairro Vila Esperança. Ele adoeceu em julho, mas teve sintomas leves e cumpriu apenas o isolamento durante o período de infecção. De acordo com a gestão, o homem estava imunizado com as duas doses.
Após a confirmação do quadro de Covid-19, as amostras do paciente foram levadas ao Instituto Adolfo Lutz que confirmou a variante delta depois do sequenciamento genético da amostra.
A prefeitura informou que acompanhou os familiares e pessoas que tiveram contato com o homem, mas ninguém teve sintomas da doença.
LEIA TAMBÉM
Variante delta do coronavírus: veja perguntas e respostas sobre transmissão, mutações, letalidade e vacinas
Variante delta da Covid-19 já chega a 23% dos casos na Grande SP, aponta Instituto Adolfo Lutz
Alta de casos: Por que uso de máscara voltou a ser recomendado em partes dos EUA
Aparecida será 1ª cidade de SP a receber laboratório móvel para rastrear cepas da Covid
Outros casos
Com a confirmação, a região passa a ter 13 casos confirmados da variante, considerada a mais contagiosa da doença.
Os primeiros casos de pacientes com a variante delta que foram diagnosticados no Vale são de Pindamonhangaba e Guaratinguetá, registrados no dia 15 de julho pelas prefeituras. Na ocasião, foi confirmado um caso da doença em cada cidade. Depois, em 12 de agosto, Guaratinguetá confirmou um novo caso.
No dia 7 de agosto Ubatuba confirmou o primeiro caso da variante. No dia 6 de agosto São José dos Campos confirmou os primeiros dois casos de infecção na cidade e Cruzeiro também identificou outros dois casos da variante.
Em 5 de agosto Potim e Caraguatatuba divulgaram seus primeiros registros da doença, com um caso de variante delta em cada cidade.