Segundo o Executivo, medida visa evitar aglomerações no fim do ano. Ribeirão Preto está na fase amarela do Plano SP. Governo do estado só deve atualizar classificação no dia 30 de novembro. Comércio em Ribeirão Preto, SP, pode voltar a abrir em horário normal a partir de 1º de dezembro
Reprodução/EPTV
Em comunicado divulgado na tarde desta segunda-feira (16), a Prefeitura de Ribeirão Preto (SP) suspendeu a limitação de horário de abertura para todas as atividades econômicas contempladas no Plano São Paulo.
Isso significa que, a partir de 1º de dezembro, comércio, serviços, shoppings centers, galerias, bares, restaurantes, salões de beleza, barbearias, academias, cinemas, teatros, casas de espetáculo, museus, igrejas e bibliotecas poderão abrir em horário integral.
A Prefeitura estabelece, no entanto, que os estabelecimentos limitem a capacidade a 60% de ocupação. O consumo no interior de bares e restaurantes continua permitido até as 23h, incluindo os estabelecimentos de alimentação em shoppings.
As regras foram publicadas no Diário Oficial do Município nesta segunda-feira.
Evitar aglomeração
De acordo com a Prefeitura, a decisão de restabelecer o horário normal foi tomada para evitar aglomerações nas lojas em razão do aumento do movimento por causa das festas de fim de ano.
“Se constatou que a limitação de horário tem levado à concentração pessoas. O objetivo da prefeitura é diluir o fluxo de consumidores com maior período de atendimento, de forma a se evitar aglomerações e contágio”, informou, em nota.
Ribeirão na fase amarela do Plano SP
O anúncio foi feito após o governo do estado informar que a atualização do Plano SP, prevista para acontecer nesta segunda-feira, só será feita no dia 30 de novembro. O motivo apontado é a falha nos dados do Ministério da Saúde que impactou os dados de mortes por Covid-19 em SP na última semana. São esses indicadores que determinam as fases da quarentena em cada região.
Ainda segundo o governo de SP, na última semana epidemiológica, que vai do dia 8 ao dia 14 de novembro, as internações de casos suspeitos e confirmados da doença cresceram 18% em relação à semana anterior no estado.
A Diretoria Regional de Saúde (DRS) 13, da qual Ribeirão Preto é sede, está na fase amarela do plano de retomada econômica durante a quarentena do novo coronavírus. Desta forma, os estabelecimentos autorizados a abrir podem funcionar, mas com restrições inclusive de horário.
Em nota, a Prefeitura informou que os índices dos quesitos avaliados pelo Plano SP – ocupação de leitos de UTI, total de leitos por 100 mil habitantes, variação de novas internações, variação de novos casos confirmados e variação de novos óbitos – colocam a região na fase verde, justamente a mais flexível.
“Ribeirão Preto está com índices de classificação da fase verde do Plano SP em todos os quesitos, inclusive com situação mais confortável que a verificada em diversas outras regiões do Estado. Mesmo assim a Prefeitura Municipal manterá os cuidados necessários para conter as aglomerações, tendo em vista a manutenção destes índices e a busca constante da redução de casos positivos da doença.”
Esta matéria está em atualização