De acordo com a pasta, 251.053 pessoas já tomaram duas doses ou dose única dos imunizantes, representando 47,2% dos moradores com 18 anos ou mais. Primeira aplicação já atinge 92% dos adultos. Vacinação em Ribeirão Preto avança na população adulta
Reprodução/EPTV
A Secretaria Municipal de Saúde de Ribeirão Preto (SP) divulgou nesta segunda-feira (30) que a cidade tem quase metade da população adulta com vacinação completa contra a Covid-19.
De acordo com dados da pasta, de janeiro até agora, 251.053 pessoas já receberam as duas doses do imunizante contra o coronavírus ou dose única, da Janssen. Isso representa 47,2% dos 531.829 moradores acima de 18 anos na cidade.
LEIA TAMBÉM:
Prefeitura retira restrições de ocupação em estabelecimentos, mas mantém limite de horário
Cidade registra 298 casos e cinco mortes; ocupação nas UTIs é de 44,5%
As informações da secretaria ainda apontam que 490.013 pessoas receberam ao menos uma das doses, representando 92,14% da população adulta.
A campanha nos menores de idade já começou. Os moradores de 16 e 17 anos com comorbidades já receberam a primeira dose. Na quarta-feira (1ª), as vacinas serão aplicadas em adolescentes de 15 a 17 anos sem histórico de outras doenças.
Queda nas mortes
A pasta disse que o reflexo do avanço da campanha na cidade é possível ser observado na queda das mortes dos grupos totalmente vacinados contra a doença, como as faixas de 60 a 69 anos, 70 a 79 anos e 80 anos ou mais.
“É muito evidente a questão da imunização com relação à situação de óbitos. A queda é visível e clara. O total de cobertura que a gente tem nessa faixa etária [80 anos ou mais] está acima de 90% e a gente observa que conforme foi feita a imunização e com sua dose completa a gente tem uma queda expressiva nos óbitos. É um total de15% de óbitos depois da vacinação”, explicou.
Ela ainda falou que, entre 70 e 79, com 94% do esquema vacinal preenchido, os óbitos reduziram a 10% na cidade.
Saúde apresenta gráficos que mostram queda nas mortes por Covid em Ribeirão Preto
Reprodução
Variante delta
A vacinação tem avançado, mas transmissão comunitária da variante delta no município deixa as autoridades em alerta. Segundo a prefeitura, após novos sequenciamentos no Hemocentro, estima-se que a prevalência da cepa indiana da Covid-19 seja de 44% na cidade.
De acordo com Jane, não é possível afirmar em quais regiões do município a variante está mas presente e, por conta do sequenciamento feito no Hemocentro, ainda não dá para divulgar boletins diários da quantidade exata de casos da delta em Ribeirão.
Por isso, ela reforça que é necessário manter os cuidados de prevenção contra a doença mesmo diante de um cenário de maior flexibilização das atividades na cidade, sem restrição de capacidade nos estabelecimentos, mas com serviços limitados até meia-noite.
“O que é importante dizer dessa questão é dizer que a gente está com o vírus circulante na cidade. Diríamos que em todos os distritos é possível encontrar a variante delta. O cuidado especial com essa variante é o mesmo que a gente tem falado todos os dias, que são o uso de máscara, distanciamento, evitar aglomerações, lavagem das mãos e uso de álcool em gel”, diz.
Para o prefeito Duarte Nogueira (PSDB), também não dá para saber, ainda, se a delta é mais perigosa que as outras cepas. A manutenção da restrição de horário de funcionamento das atividades foi feita após recomendações de médicos, que ainda vão avaliar a dinâmica da nova variante em Ribeirão Preto.
“Nós precisamos ser prudentes e avaliar, a pedido da Saúde, dos especialistas, dos cientistas como é que será o comportamento da variante delta em relação ao aumento da contaminação, se é que ela vai ocorrer com a vacinação indo muito bem (…) E, ao mesmo tempo, aguardar duas semanas se o número de casos, mesmo podendo aumentar, se eles não são de gravidade maior, levando pessoas à necessidade de serem internadas em leitos de enfermaria e UTI”, explica.
Variante delta desafia controle da pandemia no mundo
Getty Images via BBC
Veja mais notícias da região de Ribeirão Preto e Franca
VÍDEOS: Tudo sobre a região de Ribeirão Preto