Segundo a prefeitura, medida segue orientações de autoridades sanitárias e tem como foco principal a proteção à saúde e à segurança da população. Santos suspendeu realização de queima de fogos no Réveillon 2020
Ivair Vieira Jr/G1
A cidade de Santos, no litoral de São Paulo, optou por suspender a tradicional queima de fogos nas praias do município na virada para 2021, devido à pandemia do novo coronavírus. A informação foi divulgada pela administração municipal nesta terça-feira (17).
Governo de SP publica decreto que prorroga quarentena no estado até 16 de dezembro
Em nota, a Prefeitura de Santos informou ao G1 que decidiu pela não realização da queima de fogos na virada do ano, como forma de evitar aglomerações. Segundo o município, a medida segue orientações de autoridades sanitárias e tem como foco principal a proteção à saúde e à segurança da população.
Apesar de a suspensão ter sido definida agora pelo município, em outubro, o atual prefeito da cidade, Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), já havia declarado, em transmissão ao vivo nas redes sociais, que na atual situação de pandemia, promover a celebração do Ano Novo iria contra as medidas de prevenção adotadas desde o início da proliferação da Covid-19.
“Qualquer tipo de aglomeração, de festa, seria um contrassenso em relação a tudo o que estamos fazendo e defendendo. Então, a tendência natural é que a gente não tenha Réveillon como tivemos nos últimos anos”, comentou o chefe de Executivo na época.
O município já registra mais de 24 mil casos confirmados e mortes causadas pelo novo coronavírus. Além disso, há cerca de 270 pessoas internadas com sintomas da doença. A cidade também registra mais de 18 mil recuperados após serem contaminados pelo vírus.
À espera da vacina
Em julho, o governador João Doria (PSDB) já tinha mencionado que megaeventos como Réveillon e carnaval não deverão ser celebrados diante da pandemia do coronavírus sem a criação da vacina contra a Covid-19.
Nesta terça-feira, foi publicado no Diário Oficial de São Paulo decreto que prorrogou a quarentena no estado até 16 de dezembro. O decreto apenas renova uma determinação feita pela gestão estadual no início da pandemia do novo coronavírus e que vem sendo prorrogada pelo governador, mesmo com as flexibilizações econômicas estabelecidas pelo Plano São Paulo.
É 14ª vez que a quarentena é prorrogada no estado. O decreto anterior estendia a medida até 16 de novembro.
Baixada Santista
Na Baixada Santista, Praia Grande, Guarujá e Peruíbe também já haviam informado que não terão queima de fogos devido à pandemia.
Em Guarujá, até segunda ordem, a Secretaria de Turismo informou, por meio de nota, que o tradicional espetáculo de queima de fogos na orla e apresentações musicais na noite de Réveillon estão suspensas. A pasta cultural afirmou que esta decisão perdurará enquanto não houver soluções definitivas, como uma vacina capaz de prevenir a disseminação da Covid-19.
A Prefeitura de Praia Grande também informou, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, que a queima de fogos, assim como outros eventos que gerem aglomeração no município, está suspensa. A Sectur salientou que estava avaliando internamente novos modelos de eventos que possam ser possíveis para a temporada de verão, a fim de minimizar problemas com a alta demanda de pessoas.
A decisão de suspender os eventos promovidos pela administração municipal para a virada de ano também foi tomada pela Prefeitura Peruíbe, incluindo a tradicional queima de fogos.